A Espera Do Fim - Jorge Palma

Vou andando por ai sobrevivendo a bebedeira e ao comprimido
Vou dizendo sim a engrenagem e ao mundo deprimido
E ? dif?cil encontrar quem n?o esteja quando o sistema nos consome e abeja
Trincamos sempre o caro?o mas j? n?o saboreamos a cereja

J? ouve tempo em que eu tinha tudo n?o tendo quase nada
Quando dormia ao relento ouvindo o vento a beijar a geada
Fazia meu manjar com p?o e uva fazia o meu caminho ao sol e a chuva
A encontro da m?o mi?da que me acentava como uma luva

Se ainda me queres vender se ainda me queres denunciar
Isso j? pouco me interessa, perdemos o gozo de viver
Eu a obedecer e tu a mandar os dois na mesma triste pe?a
Os dois a espera do fim

Tu tens fortuna e eu n?o podes comer salm?o e eu s? peixe mi?do
Mas temos em comum o facto de ambos vermos a vida por um canudo
Invertemos a ordem dos factores pusemos n?meros a frente de amores
E vemos sempre a preto e branco programas que afinal ? a cores

Se ainda me queres vender se ainda me queres denunciar
Isso j? pouco me interessa, perdemos o gozo de viver
Eu a obedecer e tu a mandar os dois na mesma triste pe?a
Os dois a espera do fim

view 3,495 times, source by Rain_Walker

comments